Contos e Poesias

Anna Nóbrega

Ela vai voltar, não tenho dúvida!
Ela vai voltar, com certeza!
Ela vai voltar!
Ela vai voltar.
Ela vai.
Ela foi.
Fui eu.

– É lindo e triste ao mesmo tempo!
– Estava no diário dele.
– Parece que ela não voltou mesmo. Era sobre a sua avó?
– Não.
– Vamos voltar?
– Vamos.

Anna Nóbrega percebe que seu avô apenas queria mais tempo com ela. As palavras gravadas na lápide reverberam até hoje em sua consciência.

Anúncios

O que achou? Comente aqui embaixo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s